hand and wrist therapy for pain free work

Sim, é possível desenvolver uma carreira profissional na área das terapias manuais sem dores.

Se é fácil? Não, não é fácil. Mas é possível? Sim,é possível. E dá trabalho? Sim, dá algum trabalho e ocupa-nos algum tempo diário... mas as vantagens são seguramente mais do que compensadoras!

 O mínimo será fazer uma determinada rotina sempre que tiver sessões terapêuticas com clientes, mas o ideal será fazer essa rotina mesmo em dias sem sessões marcadas.

Como todos sabemos, existem muitos profissionais extremamente ocupados (felizmente!) que trabalham 5 dias por semana com cerca de 20 a 30 massagens semanais... e isto pode prolongar-se durante alguns anos. E não será surpresa nenhuma se após alguns anos de trabalho intenso, mas sem grandes cuidados pessoais, começarmos a ter algum desconforto e mesmo dores nas mãos, nos ombros e/ou no pescoço.

As técnicas de massagem requerem normalmente movimentos repetitivos com as mãos e braços sob uma pressão ainda considerável durante um determinado período de tempo. As dores, nestes casos, parecem mesmo inevitáveis... sendo apenas uma questão de tempo até aparecerem...

Se aprendermos a utilizar as nossas mãos de forma eficiente, utilizando os cotovelos e os pulsos em vez dos dedos e dos polegares, por exemplo, podemos prolongar a nossa experiência de trabalho sem dores! Uma postura correcta, que é definida pelos joelhos ligeiramente flectidos, mantendo os pés, ancas e ombros devidamente alinhados, bem como manter os ombros, cotovelos, pulsos e mãos em linha recta, de modo a que o peso corporal seja transferido através dos braços durante respirações profundas, são outros exemplos de práticas muito importantes.

Existem muitos recursos online a este respeito, com informações e vídeos sobre a mecânica corporal. Se não aprendeu algumas dessas técnicas no seu curso, faça por favor algumas pesquisas sobre este tópico e adopte, sempre que possível, as melhores posturas para a saúde do seu corpo.

Uma "Receita" para uma Carreira Profissional Sem Dores!

Algumas técnicas, como as de tecidos profundos, shiatsu ou terapia de pontos-gatilho (trigger points) requerem muito mais a utilização das mãos e dos polegares.

Podemos utilizar os cotovelos ou os pulsos para a massagem de tecidos profundos, mas o problema é que de vez em quando a área do corpo em que estamos a trabalhar poderá ser bem pequena, ou podemos requerer maior precisão no toque, utilizando os polegares ou os outros dedos. Por estas razões, nós até podemos saber que devemos minimizar a utilização das mãos e dos polegares, mas há situações em que sempre acabamos por utilizá-los.

Com o passar dos anos, todos sabemos de alguns colegas que acabam vítimas das lesões por movimentos repetitivos ou do síndrome do túnel cárpico e que são mesmo forçados a desistir das terapias manuais de forma permanente...

Felizmente existem sempre alguns locais de trabalho onde se compreende que os cuidados pessoais também são importantes de modo a proteger a longevidade dos seus colaboradores. Seja como for, em última análise será sempre uma responsabilidade do próprio terapeuta cuidar da sua própria saúde.

A experiência de muitos terapeutas mostra-nos que é necessária a prática de certos cuidados pessoais de modo a aliviar tensões e inflamações dos músculos extensores e flexores e dos tendões que controlam esses movimentos.

Se tivermos algum conhecimento de anatomia, sabemos que a sobreutilização destes músculos pode resultar em sintomas de síndrome do túnel cárpico, incluindo dores, dormência, formigueiro ou perda de destreza nas mãos e dedos.

Em SPAs é frequente ver terapeutas a massajar os ombros e as mãos dos colegas durante as respectivas pausas entre sessões com clientes.

Claro que a massagem é uma excelente forma de reduzir as dores crónicas nas mãos. infelizmente, nem sempre temos à disposição um colega que nos massaje as mãos e se nós próprios utilizarmos uma das nossas mãos para massajar a outra, estaremos a contribuir para que a outra mão fique mais tensa e dorida...

No entanto, existem algumas práticas que se podem fazer diariamente e que podem ajudar a aliviar os sintomas nas mãos e pulsos, bem como a prevenir o seu aparecimento!

CALOR

Antes de começar o seu trabalho, uma das melhores coisas que pode fazer é uma Terapia de Calor nas suas mãos e antebraços! E uma das melhores formas de o fazer é investir em banhos de parafina. Embora possa parecer uma opção algo dispendiosa, na realidade não é assim tanto.

Um banho de parafina é muito fácil de fazer. O modo correcto para o fazer implica mergulhar cada mão no banho de parafina quatro ou cinco vezes com alguns segundos de intervalo, de modo a obter o melhor envolvimento na cera quente. Em seguida, sente-se e sinta o calor penetrar nos músculos dos seus antebraços e mãos.

Depois da cera ter arrefecido, pode removê-la. Pode também moldar essa cera numa bola, utilizando-a como um bom exercício para também aquecer as mãos e os antebraços.

Se não quiser investir num banho de parafina, pode também utilizar toalhas quentes à volta dos braços e mãos. Tenha cuidado e sinta o calor das toalhas antes, de modo a evitar queimaduras! Outros sistemas eléctricos de aquecimento podem igualmente ser uma grande ajuda.

ALONGAMENTOS

Todos sabemos que os alongamentos nos fazem bem, especialmente antes e depois de uma corrida ou treino físico.

Mas também sabemos que existem várias abordagens para o mesmo tema: vejamos a corrida. Algumas pessoas dizem que se deve alongar antes da corrida, enquanto outras dizem que é melhor alongar depois.

No entanto, para a prática da massagem, alongar as mãos, os pulsos e, claro, todo o corpo, especialmente os ombros, pernas e pescoço, ANTES do trabalho é essencial, mas também DURANTE as pausas entre clientes e APÓS o trabalho.

Felizmente há muitos exercícios úteis para alongamentos! O que é fundamental é fazer um alongamento profundo, tendo sempre atenção à eventual ocorrência de dor, devendo interromper quando se verifique algum desconforto. Podemos eleger vários exercícios para alongamentos, mas devemos sempre optar por fazer os exercícios que resultem melhor connosco. Recordemos que devemos sempre alongar para melhorar a agilidade e flexibilidade.

flex and extend the wrist

Flex and extend fingers and thumbsMake a tight fist then flex downward at the wrist Make tight fists then relaxTwist the wrist

Alongar os pulsos e as mãos é ESSENCIAL para a sua saúde! Contudo, não esquecer que ao estarmos a massajar com a postura correcta estamos na verdade a utilizar todo o nosso corpo, por isso certifique-se de alongar também as pernas, as costas, o pescoço e os ombros, tal como o deverá fazer antes de qualquer treino físico.

Um massagista pode ser comparado a um atleta... e os alongamentos contribuem decisivamente para prevenir lesões desnecessárias.

GELO (depois do trabalho)

O gelo é de longe o tratamento mais eficaz para as inflamações, e depois de algumas horas de massagem, os músculos nas nossas mãos, pulsos e antebraços estão inflamados, quer sintamos alguma dor... ou não.

A forma mais fácil de aplicar gelo é num banho de gelo. Desde que possamos mergulhar todo o antebraço e mão já é suficiente.

Algumas pessoas gostam de mergulhar o braço num banho de gelo, mantê-lo até aguentar e retirá-lo, repetindo a "operação" cerca de 10 ou mais minutos.

Outra opção de utilização de gelo ocupando menor espaço e menos gelo é através dos cubos de gelo. Existem bolsas plásticas próprias com divisões em forma de cubos que servem para encher com água e depois colocar no congelador até solidificar. Depois é só retirar o cubo de gelo e massajar os antebraços e mãos com o topo do cubo. Deslize o cubo de gelo por todo o antebraço, pulso e mão durante aproximadamente 10 minutos.

Esta última opção pode não ser tão penetrante ou rápida como o banho de gelo, mas continua a ser bastante eficaz.

Esta rotina - Calor / Alonganentos / Gelo - deverá ser seguida sempre que tem trabalho, mas também nos dias em que não tem. Pode ser uma rotina que nos retire algum tempo para outras coisas, mas não deverá demorar mais de 20 a 30 minutos e os benefícios que se podem obter serão inestimáveis com o passar do tempo.

Os seus polegares, mãos e braços são parte do seu futuro, por isso aja responsavelmente e trate bem deles. Seguindo esta rotina, ou outra semelhante, diariamente vai seguramente ajudá-lo a prolongar a sua carreira, a trabalhar sem dores (ou com menos dores) e a ser o melhor terapeuta que deve ser.

Adaptação Livre de Massagemag.com